Portal do Governo Brasileiro
Sexta, 22 Novembro 2013 03:33

Câmara debate suposta negligência com a promoção da igualdade racial e sugere exoneração de Secretário Destaque

Escrito por 
Avalie este item
(0 votos)

Na última terça-feira (19), durante a reunião dos vereadores, a Câmara Municipal recebeu o presidente do Fórum da Igualdade Racial de Ouro Preto – Firop e membro do Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial – Compir, Temístocles Rosa (Teko), que participou da Tribuna Livre para esclarecer sobre o adiamento da programação da Semana Municipal da Consciência Negra.

Pelo programa desenvolvido pelo FIROP e COMPIR, as atividades deveriam compreender o Dia Nacional da Consciência Negra, comemorado anualmente em 20 de novembro. “É uma data muito marcante que representa a resistência dos movimentos sociais e também o Zumbi dos Palmares”, afirma Teko. A programação está prestes a ser reagendada para o período de 25 de novembro a 1º de dezembro. Segundo Teko, a dificuldade é a falta de apoio da Secretaria de Turismo, Indústria e Comércio.

No dia 14 de outubro, a Câmara de Ouro Preto devolveu verba no valor de R$ 64 mil para a Prefeitura Municipal sugerindo investimento na Promoção da Igualdade Racial. “Neste ano, o Dia da Consciência Negra está passando em branco”, enfatiza o presidente do Firop. Segundo ele, o Secretário de Turismo, Indústria e Comércio, Jarbas Avellar, alegou que a pasta não apresenta recursos empenhados para garantir a contrapartida que seria no valor de R$ 20 mil.

A insatisfação dos líderes da cultura negra no município com as ações da Secretaria de Turismo, Indústria e Comércio é tema constante das reuniões da Câmara. No dia 14 de novembro, quinta-feira, a integrante do Firop, Márcia Valadares, também utilizou a Tribuna Livre para reivindicar que haja diálogo do Secretário com os militantes da promoção da igualdade racial. “O Conselho Municipal está sendo atropelado. Hoje, o Secretário de Turismo esquece que o órgão existe”, afirma Márcia.

Segundo Márcia, a destinação dos recursos arrecadados para fins de promoção da igualdade racial não é debatida com os conselheiros. “O Firop e o grupo Hip Hop estão sem sede e as Escolas de Samba também estão sem espaço para suas atividades. Nós queremos nosso espaço de volta também”, pontua Márcia. Na mesma reunião, os vereadores aprovaram, por meio de 10 votos favoráveis, a Indicação de autoria do Presidente Léo Feijoada (PSDB) que sugere a exoneração do Secretário Jarbas Avellar, tendo em vista suas atitudes demonstrarem um possível preconceito racial com a comunidade ouro-pretana. “Em pleno século XXI, em um país de maioria afrodescendente, nós não podemos permitir que haja um Secretário Municipal preconceituoso”, afirma o vereador Léo.

Semana Municipal da Consciência Negra –
Na segunda-feira (18), o Secretário de Cultura e Patrimônio, José Alberto Pinheiro, procurou as lideranças do Firop e do Compir para análise do projeto de realização da Semana Municipal da Consciência Negra. “Foi formada uma Comissão e estamos analisando com a Prefeitura a contratação dos artistas que se apresentarão durante a Semana e, caso seja preciso, adiaremos algumas atividades”, diz Teko.

Segundo o vereador líder de governo na Câmara, Roberto Leandro (PSDB), a questão está sendo solucionada. “Estive com o Secretário José Alberto Pinheiro e ele disse que as coisas já estão bem encaminhadas junto à Comissão. Vejo que foi um equívoco a Secretaria de Turismo ter se apropriado do caso que deveria estar a cargo da Cultura desde o início”, avalia.

Lido 4766 vezes